30 janeiro 2013

U*G*S IV





Tá perdido? Acompanhe
 Parte I  Aqui


Parte II  Aqui


Parte III  Aqui



- É isso que tenho que fazer para te ver outra vez? Acampar nessa padaria?
Bianca sentiu a intensidade das palavras. O menino mais lindo que já tinha visto em toda sua vida estava ali parado na sua frente, cortejando-a.
- Eu saio pouco.
Bianca falou sem pensar muito, com um tom sério, mas completamente inquieta interiormente.
-Quer sair comigo hoje? Estou com saudades
Bianca se intrigou ainda mais. Como assim saudade? Saudade de que?
- Oxi, tá com saudade de que moço?
- De momentos que ainda não vivi.
Ele suspirou, e encarou Bianca que estava em um vestido tomara que caia florido, depois de analisá-la, olhou para um além-próximo, e notou o tempo nublado. Voltou sua atenção para o rosto dela e olhou profundamente para dentro dos olhos da doce menina de vestido.
- Me ajuda a matar essa saudade?
Ele só pode ser mais um louco, perdido, sem noção. Pensou Bianca em questão de milésimos de segundos.
- Foi mal, mas acho que não vai dá.
A menina disse e se desviou do rapaz se afastando dele.
- Eu vou está aqui caso você mude de ideia. Vou dormir aqui até você aparecer.
O menino teve que pronunciar em um tom alto, ela já estava distante. Bianca olhou para trás, quis sorrir, mas se conteve. Apesar dá má impressão que ele acabara de passar, a menina sabia que estava completamente atraída por aquele desconhecido.


- Vô dormir na tua casa hoje.
- Oxi, e quem tá te impedindo?
Bianca começou sacanear Lia novamente
- Só estou avisando sua grossa. Daniel não vem para cá hoje, loquei um filme para gente ver.


 E mais uma vez o sol foi embora do horizonte, a primeira estrela manifestou seu brilho sendo seguida pelas demais, a lua transbordou em seu clarão contínuo sobre a terra. A noite caiu e Bianca estava inquieta, pensando se Ygor realmente estaria na padaria. A curiosidade começou a perturbá-la, ficava a todo o momento pensando nos olhos dele em contraste com os dela, no sorriso meigo e sedutor que ele tinha. Ela estava impaciente, que resultou sua troca de roupa. Ficou na porta esperando a amiga, se pelo menos Lia chegasse essa inquietude não estava em sua mente. Uma blusa de renda, sua calça preta apertada. Ela sabia que não deveria, sabia que se esperasse só mais um momento aguentaria esse minuto mortal de tentação. Bianca pegou a bis da mãe, e foi até a padaria. 


6 comentários:

  1. nOSSA está muito bom"Anhy,você está de parabéns!

    http://diariodeumasonhadora2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Cada vez mais gosto dessa história, estou amando.

    Beijos ; ) e ótimo dia Anhy.

    http://loucurasedevaneiosbyliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nhá, tô adorando a história. Já andei bulindo nos posts passados pra me atualizar u_u
    Bj :3
    http://its-strangeworld.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua escrita
    Meus parabéns

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, o seu blog ganhou um selinho do meu blog e do meu amigo.
    Beijos,
    http://curicultura.blogspot.com.br/2013/02/selo.html

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!