09 janeiro 2013

O que sou?

Sou só eu? Apenas eu? Ou sou só e apenas mais uma?
E entre tantos eu me perco e nem sei mais quem sou.
Sou teoria ou prática? Realidade ou ficção?
Sou o que alguém planeja ou represento nada?
E o que sou hoje serei até quando?
Quando mudarei minha forma de pensar?
E quando eu mudar, serei outro alguém?
Ou o mesmo alguém com outros pensamentos?
Acho que sou folha em branco onde me refaço,
escrevo e reescrevo, reivento outras maneiras,
mas vou me deslizando pela folhaem branco até o fim.
E sei que fui e sou mais que palavras em uma folha.

2 comentários:

  1. Poema intenso. Parabéns!!!

    "SÓ SEI QUE O SABER SE RESUME APENAS
    AO SIMPLES FATO DE SABER QUEM SOU.
    MAS SE NÃO SEI SOLUCIONAR O ESSENCIAL
    SEREI SOMENTE AS SOBRAS DAQUILO QUE RESTOU".

    (Ygo Maia)

    ResponderExcluir
  2. Você é gente que tem alma...o mundo precisa da poesia... continue.... o mundo precisa de pessoas com você.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!