30 outubro 2012

Um tipo de loucura

Se parar para pensar é complicado. 
Complicado depositar muita confiança, por que fazer a felicidade depender apenas de alguem? E quando esse alguem se vai? Seremos infelizes para sempre?
O caminho cada um deve seguir o seu, que desastre será ao saber que o caminho da pessoa que mais amamos é bem distante do nosso próprio caminho. Fazer o que? Um esforço para conciliar os dois caminhos? 
Eu já percebi como os apaixonados sao distraídos, muitos acreditam que sempre podem dá um jeitinho em cima da hora.. Nada de se preocupar com mensalão, com planejamentos que outrora nao nos pertence. Pois o apaixonado vê seu mundo girando em torno de uma unica pessoa. 
É por isso que chamam a paixao de uma eterna loucura. 


Um comentário:

  1. Anhy, belo texto!
    Concordo com tudo que você escreveu. Entre tantos tipos de loucura, sem dúvida, a maior delas é essa tal de "PAIXÃO".
    Para vivermos, precisamos mesmo ser loucos.
    O que seria desse mundo se não fosse os amores, as paixões? Viva os APAIXONADOS! Viva os LOUCOS!
    Um abraço!!!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!