04 agosto 2012

Resenha

O sobrevivente
172 paginas
Editora-Civilização Brasileira
Autor-Aleksander Henyk Laks comTova Sender

“Memórias de um brasileiro que escapou de Auschwitz”

Uma história de 12 capítulos contada pelo próprio sobrevivente.

Aleksander nasceu em Lodz, Polônia, nascido de um parto complicado, sua mãe teve complicações e morreu. Aos doze anos ele presencia as foças alemãs invadindo a Polônia, e vê sua cidade virar gueto.  O gueto logo se tornou o lugar mais seguro, mesmo não sendo.  A fome, a miséria, o desespero no rosto do povo era visível. Aleksander mal chegara a sua adolescência e agora fugia do perigo da morte que o seguia em cada esquina. Os nazistas torturavam, humilhavam os judeus sem nenhum motivo, só pelo simples prazer de vê-los sofrendo. Todo dia um grupo de judeus eram tirados do gueto e levados para um campo de extermínio. Da mesma forma, Aleksander embarcou em um trem com sua família.  Foram levados a um campo de concentração chamado Auschwitz, ele não esperava que essa viagem fosse apenas o inicio de um sofrimento interminável, nem ele sabe como conseguiu escapar da morte depois de tudo que viveu.

Um livro forte que conta as piores atrocidades do Holocausto.

Recomendo para  todas as pessoas. Desde que seja corajoso o suficiente para duvidar  da frieza do homem.

Aleksander, o autor é o próprio sobrevivente da grande atrocidade, conta os detalhes mais inimagináveis. Ele é judeu e após sua liberdade, foi para os Estados Unidos e atualmente, vive no Rio de Janeiro, Presidente da associação dos israelitas sobreviventes da perseguição nazista.
Tova Sender é escritora, psicóloga, educadora.

Anhy Menires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!