28 março 2012

Garotinha


 
Há algo inacabado no meu passado que me faz ser apenas uma garotinha.
Quem disse que quem aprende ler aprende a interpretar o texto?
Meu corpo possui suas curvas, afinal é um corpo de mulher.
E os sentimentos? Já estão de forma adulta?
Eu aprendi a lidar com a papelada judiciaria de divorcio e óbito.
Entretanto, nunca aprendi a fingir que estou bem com tantas perdas. 
Pois, eu sei que ainda sou uma garotinha.
Esperando ser acolhida nos meus medos.
Esperando um olhar cumplice da minha mãe.
Eu tenho certeza que existe algo inacabado no meu passado.
Não entendo o motivo pelo qual tenho que carregar esse peso ate hoje.
Eu simplesmente não sei.
Só o que sei, é que ainda tenho uma garotinha vivendo dentro de mim.


2 comentários:

  1. Que texto fofinho! Quando li ele eu lembrei da música malandragem da Cássia Eller!^^
    Beijos!
    http://palomaviricio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Anhy, carregue sempre esta garotinha dentro de você
    nós agradecemos... forte abraço amiguinha! continue!
    com suas letras...nos faz bem.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!