10 outubro 2011

No Quarto

Meu Quarto
Eu não sei o que é felicidade
Porque quando fecho a porta do meu quarto
Eu morro
Sorrio com os amigos, me divirto, mas não sou feliz.
Pois todas as vezes eu nada sei!
Cristo me procura a todo momento e em toda oportunidade
E como o filho prodigo lá estou eu tentando seguir meu próprio caminho.
Eu me apego a um olhar que é arrancado de mim, quando entro no meu quarto
Lá eu encontro, reconheço minha solidão, meu vazio!
Eu não quero essa vida de mascaram, esse fingimento de felicidade!
Eu só quero Cristo, pois estando só ou não é ele que me acompanha
Quando fecho a porta do meu quarto é ele que enxuga minhas lagrimas.
Senhor Me Transforma!

4 comentários:

  1. Parabéns pelo blog. Também agradeço pela visita ao meu. Que tal fazermos uma "parceria"? Assim, além de estarmos expandindo a nossa arte, duplicaremos o número de visitantes nos nossos respectivos blogs. Infelizmente, estou sem sugestões, mas espero uma resposta...
    http://ymaia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Ygo,, Eu que Agradeço..
    Podemos sim fazer um aparceiria..
    Ficaria muito Honrada!!!
    Vou colocar teu link como blog parceiro.
    E qaunto as ideias elas vão se aprimorando..
    Obrigado e um Abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Sua confissão agrada muito a Deus ele está atento... ele te contempla com muitas lágrimas
    de alegria...lágrimas de contentamento. forte abraço! a Paz!

    ResponderExcluir
  4. Que benção, amada Anhy Menires! Aprendamos aos pés de Cristo, a chorar lágrimas compassivas e misericordiosas.
    Permaneça na Graça!

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!