12 julho 2011

A garotinha da varanda 1

A garotinha da varanda 1
Lívia tinha apenas 5 anos quando sua família se mudou para uma nova cidade.
Os pais de Lívia eram mais um casal na sociedade, ocupados demais, sem muita intimidade com a menina.
A nova casa de Lívia era grande, verde, com um pequeno jardim e com uma linda varanda, muito melhor que a antiga casa que era pequena, apertadae localizada  em um bairro perigoso. A família teve que se mudar, pois o pai havia sido promovido pela empresa que trabalhava. A menina Lívia era filha única, os pais dela não tinham tempo para cuidar de mais uma criança.
Pra falar a verdade Naizérera a pessoa que mais cuidava dela, Naizér era a empregada da família, que estava acompanhando Lívia desde o nascimento, Foi Naizér que ouviu Lívia falar pela primeira vez, foi ela que levantou Lívia depois da primeira queda.
Lívia enxergava Naizér como uma amiga-mãe, dois adjetivos que ela não encontrava na verdadeira mãe.
3 dias depois, o processo de mudança estava chegando ao fim. Os cacarecos estavam enfim no lugar solicitado pela mãe, o quarto da pequena Lívia também estava organizado.
No fim da tarde Lívia foi ao lugar que ela esperava pelos últimos três dias, Lívia foi a varanda, ao chegar lá, o olhar de Lívia foi memorizando cada aspecto e cada ponto. O olhar da pequena menina se perdia na larga rua que alugava seu enorme espaço para que as crianças brincassem de taquebol, ela sorriu.
Talvez agora ela tivesse amigos, talvez ela pudesse brincar como as crianças brincavam. Ela desejou ir até lá e pedir para participar, mas sua timidez a paralisava, então ela sentou-se no balançador que tinha na varanda e esperou alguém convida-la, ninguém foi.
A noite caiu, ela entrou para jantar, os pais dela chegaram mais cedo que o normal e a encontram lendo na sala. Por mais estranho que possa ser a menina de 5 anos sabia ler, afinal  não tinha muitas coisas a fazer quando se tinha 5 anos e morava em uma casa apertadíssima e sem amigos.
Os pais dela chegaram e se admiraram.
- Lívia, desde quando você sabe ler?
Naizér ficou chocada, ela sabia que os pais não davam muita atenção à menina, mas o fato de eles nem saberem que Lívia sabia ler a decepcionou.
A menina respondeu
- Há pouco mais de 5 meses
- porque você nunca me disse?
- O senhor sempre estava apressado!
- agora isso não importa, eu tenho uma noticia pra você.
- Qual? Perguntou a menina com muita curiosidade, ela imaginou que se pai tivesse comprado o violão que ela tanto queria e cruzou os dedos para que fosse isso.
- Te direi logo, logo.


( Continua..)

Um comentário:

Fique a vontade para comentar. Só não vale deixar a santa e boa Ética de lado. Obrigada!